matsvri:

Traveler walking in the night in Mokoju. Thailand ✕ David Rama



"Engraçado, as pessoas cobram de você aquilo que falta nelas."
Chorão  (via futuro-heroi)

"Longe, te quero perto;
Perto, te quero para sempre."
Vinicius Sartori.  (via futuro-heroi)

"CARTA DE SUICÍDIO
Provavelmente minha alma já deve ter encontrado o inferno agora. Não tive outra escolha. Meu corpo já não aguentava mais todas as feridas que eu mesma causava. As portas não aguentavam mais serem batidas quando eu descontava minha raiva, o travesseiro já não aguentava mais ser usado pra abafar meu choro. Eu me olhava no espelho, e não me reconhecia. Os pensamentos suicidas não me deixavam em paz por nenhuma fração de segundo. Não vejo mais graça na vida. Sei que quem ler isto provavelmente pensará que é bobagem minha, mas não é. Ninguém passou tudo o que passei, ninguém foi trocado por quem amava da forma que eu fui. Ninguém se importa comigo, ninguém ao menos se dá conta de minha existência. A cada partida, um pedaço de meu peito era levado, até que me restou apenas um fragmento de meu coração. A loucura está presente em mim. A dor era grande demais para que eu pudesse suportar sozinha, o vazio dentro de mim se tornava insuportável com o passar das horas. Outras pessoas virão e eu serei apagada, jogada mais ainda de escanteio. Para que retardar tanto esta dor? Para que deixar que esta dor permaneça em mim por mais tempo? A água, as laminas, os remédios. Estão todos aqui, estão assistindo ao meu fim. É a minha plateia fabulosa, silenciosa e agradavelmente fria. Eu nunca quis fazer ninguém chorar, mas ninguém nunca se importou com as minhas lágrimas. Faço justiça então. Ninguém nunca vai entender minha dor, muita gente perguntará por que, mas a grande maioria não dará à mínima. Por quê? Bom, eu cansei. Eu já estava morta antes, por dentro. Meu coração estava batendo quase que por obrigação. Meus olhos estavam constantemente inchados e ardendo. Era rotina chorar. Eu lutei demais. Eu sofri demais. Deus pode ter exagerado no meu fardo, mas ele abusou da minha coragem. Coragem, esta que me conduz ao precipício agora. Pode ser que eu pague tudo em outra vida, mas hoje eu preciso matar a dor. Minha melhor amiga era minha consciência. Ouvia a voz dela dentro de mim, e isso me impediu durante muito tempo de acabar com tudo […] Eu falhei e estou aqui desistindo de tudo e de todos, meus sonhos ficaram para traz assim como a minha felicidade, que, aliás, eu não via há muito tempo. A amargura tomava conta dos meus dias, minha garganta ficava seca toda a vez que escutava seu nome ser proferido. Culpa-o por também ter me feito sofrer, por ter me feito acreditar em suas promessas, por ter feito de mim apenas um corpo gélido e mórbido, pairando entre as ruas como um fantasma. Agora eu parto como tal, e que minha ausência não seja algo preocupante para você, que minhas lembranças permaneçam em seus pensamentos assim como as suas um dia ficaram em mim. Agora acabaram, minhas palavras, minhas desculpas, meus sentimentos e meu interior."
O suicídio começa por dentro. E quando não cabe, transborda pelo corpo junto com as lágrimas.    (via cicloness)


"A gente pode morar numa casa mais ou menos, numa rua mais ou menos, numa cidade mais ou menos, e até ter um governo mais ou menos. A gente pode dormir numa cama mais ou menos, comer um feijão mais ou menos, ter um transporte mais ou menos, e até ser obrigado a acreditar mais ou menos no futuro. A gente pode olhar em volta e sentir que tudo está mais ou menos. Tudo bem. O que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum é amar mais ou menos, sonhar mais ou menos, ser amigo mais ou menos, namorar mais ou menos, ter fé mais ou menos, e acreditar mais ou menos. Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos."
Chico Xavier.    (via cicloness)

"Eu não sei se você já se sentiu assim. Querendo dormir por mil anos. Ou simplesmente não existir. Ou apenas não estar ciente de sua existência. Ou algo parecido. Eu acho que querer algo assim é muito mórbido, mas eu acabo tendo esse tipo de desejo quando estou mal. É por isso que estou tentando não pensar. Eu só quero que tudo pare de rodar."
As vantagens de ser invisível.   (via cicloness)

"Veja meu coração, está roxo de tanto apanhar."
— Red Hot Chili Peppers. (via sorriso-so-risos)

fr4giles:

tbh when I’m older I’m going to have an entire library like this


"Às vezes me lembro dele. Sem rancor, sem saudade, sem tristeza. Sem nenhum sentimento especial a não ser a certeza de que, afinal, o tempo passou."
Caio Fernando Abreu.   (via inverbos)

Há 1 dia · ? 20718 · reblog this shit
original: 31-12-00 · via inverbos
"Eu gosto de gente que se importa. Gente que sorri. Gente que sabe pedir desculpas."
Anônimo.  (via inverbos)

Há 1 dia · ? 207999 · reblog this shit
original: falofe · via inverbos
"O mundo te espera de braços abertos para levantar o primeiro voo, o mundo te ensina, te cria para voar como andorinha sem rumo. O mesmo mundo que ensina a voar, é o mundo que te caça. Eu não quero mais voar, cortem as minhas asas."
Cuidei. (via oxigenio-dapalavra)